quarta-feira, 17 de novembro de 2010

l.....l


Às vezes te vejo tão na sua, outras tão na minha,
às vezes a saudade vem tão depressa, outras vezes ela nem vem.
Há instantes que olho suas fotos, outras que nem lembro de tê-las,
É! Minha vida ficou assim depois que você se foi.
Às vezes tua imagem vem perfeitamente em minha mente,
Outras vezes não consigo nem lembrar do seu rosto,
Às vezes tua lembrança me invade sem que eu perceba,
Outras vezes fica tão escondida que nem quando a procuro, a encontro
Tudo ficou sem sentido depois que você partiu.
Mas hoje já sei viver com essa anormalidade,
Já sei viver com essa normalidade!

Um comentário:

  1. Saudade...as vezes vem e enche o peito de dor, outras vezes cai no esquecimento.

    ResponderExcluir