quarta-feira, 12 de março de 2014

Por hora basta dizer TE AMO!



for Cris sz

Trabalho Científico

Batendo a cabeça com os estudos, sempre me encontro pensando em você, seria fácil para mim fazer um "trabalho científico" cuja o tema fosse esse amor que sinto, mas pensar em "jeitinho brasileiro" tem sido quase impossível, me falta concentração para tudo, para pensar, para analisar, para refletir sobre o mesmo. O único jeitinho o qual poderia falar nesse instante, seria esse jeitinho "bobo" de te amar. Meu tema poderia ser Amor, onde o limitaria como, A dor de quem perdeu quem tanto ama, talvez o meu prolema fosse: " Quais razões levam uma pessoa a desistir de quem tanto ama?, o objetivo geral ? Ah, esse poderia ser: Conhecer as razões para desistir da pessoa amada, e os objetivos específicos seriam: Identificar as razões para desistir de quem ama; Quantificar as razões para desistir de quem ama, Descrever as razões para desistir de quem ama, Entender as razões para desistir de quem ama, entre outros, a justificativa pessoal para essa pesquisa seria um tanto que obvia, "Entendendo, conhecendo e quantificando tais razões, poderia encontrar uma forma para que as pessoas superassem essas razões (motivos), dessa forma superando-as e assim fazendo com que tal pessoa não desistisse da pessoa amada.
Quando penso em você (que é sempre), quando falo de amor, é bem mais fácil dominar o tema, mas enfim, talvez eu consiga encontrar uma forma para concentrar-me, pois o que não me falta são trabalhos para realizar.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Sempre que você volta, faz meu mundo balançar.
Me estremeço com tuas palavras, mas já não posso acreditar.
Se me diz coisas bonitas, mas com atitude não consegue demonstrar.
Porque você não decide de vez, se vai ou se volta.
A verdade é que já cansei das suas mesma respostas.

Por que vem me falar de amor, se teu coração não o suporta?
Mesmo que todo meu ser te queira, é melhor fingir te esquecer.

Não dá para viver de incertezas, com medo e desconfianças
Siga sua vida, vai ser melhor para você
Não se preocupa comigo, ainda que aos pedaços, eu irei sobreviver.


domingo, 23 de fevereiro de 2014



Olha eu aqui, mais uma madrugada pensando em ti, mesmo depois de ter dito aceitar o fim.
Olha eu aqui, lutando com meus pensamentos, tentando te apagar da minha memória.
Olha, a razão tenta ser forte, embora o coração fraco só saiba chorar.
É que tua ausência dói tanto quanto as tuas lembranças.
É que hoje já não sei se é bom ou ruim lembrar de ti.
É que sem você me desespero, com a mesma intensidade que te espero.
É que espero mesmo sem a esperança de que você venha.
É que espero.. espero, porque ainda que eu não aceite, lhe ter é o que mais quero.

domingo, 16 de fevereiro de 2014


Ilusão minha achar que assim como eu, você também pensa em nós.
Ilusão minha querer-te tanto, enquanto que você já se acostumou com minha ausência,
Desculpa-me se não consigo fazer o mesmo, desculpa-me se só sei te amar mais e mais.
Ilusão minha querer estar em teus braços, mesmo após você ter me soltado,
Desculpa-me, é que estou presa demais em você, presa demais nesse amor.
É ilusão, uma grande ilusão que criei para não te apagar da minha memória,
porque por mais dolorida que seja a tua ausência, pior seria te esquecer para sempre.

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Sinto sua falta



Quando chega a noite, o sorriso que tento levar durante o dia, logo converte-se em lágrimas.
Por mais que eu lute contra o meu coração e por esse amor que sinto por você, são inúteis, são falhas as tentativas de lhe esquecer.
E ainda que eu consiga me distrair por um tempo, por alguns minutos, algumas horas, logo é você que toma conta dos meus pensamentos, não consigo me concentrar, não consigo viver verdadeiramente e intensamente.
São tantas as vezes que vejo tua imagem, teu sorriso, talvez eu esteja pirando, talvez eu esteja ficando louca por lhe ver em todas as partes. Os sertanejos que escuto, qualquer coisa de Goiânia que vejo ou escuto me faz lembrar você, porque de certa forma Goiânia está associada a você e isso me invade com suas lembranças.
Foram muitas as vezes que me corroí por dentro, porque queria lhe procurar, mesmo sabendo que não deveria, e estava me corroendo até agora, mas resolvi escrever, não sabia o que dizer, pensei em perguntar como você estava, mas sabia que sua resposta viria com " e você como está ? " e eu ? eu sinceramente não quero mentir sobre o meu estado.
Não sei por qual razão escrevo-te agora, talvez seja uma forma que encontrei de aliviar-me, porque só as lágrimas não tem sido o bastante como alívio.
Não quero que me responda, na verdade imploro que não me responda, quero que permaneça seguindo sua vida e que esteja bem. Se tiver esquecido o quão te amo, lembro-te agora que amei, amo, e que amarei para o resto da minha vida, com a mesma ou até maior intensidade.